Contador de Visitas

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Parada Gay e etc.

29/06/10 ás 12:54 – Até que enfim posso falar tudo o que realmente acontecia na minha vida, sem ter que esconder nada. Vamos lá.

Sexta (25/06/10) - Depois do trabalho fui me encontrar com a Carol no Benfica, íamos comer sushi, mas eu tinha esquecido de levar meu cartão então conversamos só um pouquinho e fui embora. Cheguei em casa fui pra Internet direto, combinei com a Sheila bem rápido de irmos no Benfica, tomei banho me arrumei e fui, esperei ela um monte de tempo. Ela chegou, fomos pra praça da gentilândia, começamos bebendo, comprei uma garrafa de vinho, ela ficou tonta logo, vi a Faela, ela viu a gente ficando, conversei um pouco com ela, ela me deu alguns conselhos, a Sheila ficou tri bêbada, fomos no Benfica, ela vomitou por lá, comprei água pra ela, tive que levar ela pra casa, ela foi dormindo no meu colo, quando estávamos descendo do ônibus ela se encontrou com uma amiga dela que ajudou a gente a chegar na casa dela, levei ela nos braços até lá, a irmã dela pegou ela e eu fiquei só por lá, sem saber nem onde eu estava, a amiga da Sheila me levou em uma parada lá, peguei um ônibus e fui até um terminal, morrendo de medo peguei um ônibus e fui pra outro terminal, para só então chegar na Bezerra de Menezes, estava muito tarde, eu estava morrendo de medo, assim que desci do ônibus corri, acho que dei três passadas e caí, com gosto mesmo, de peixinho, umas pessoas gritaram, vergonha mil, me levantei e saí, fui rezando muito. Quando cheguei em casa olhei meu joelho, a calça estava rasgada, meu joelho todo arranhado, minha mão também arranhada, subi, chorei de dor.

Sábado (26/06/10) – Mesmo com dor de cabeça, arranhada e com sono, acordei e fui pra Abbem, lá foi o São João, a bobagem de sempre. Tive que brincar de colocar o rabo no leão e ganhei um kit escolar. Nossa, que animador. A Sheila me ligou, pediu desculpas, que nada, nem fiquei com raiva não. Depois esperei o papai que foi lá me buscar, a mamãe me deu um carão por causa de ontem. De tarde fiquei na Internet, conversei um pouco coma Sheila, dormi. Depois tomei banho e a gente se encontrou no Benfica, no lugar de sempre. De lá nós fomos para a Praça do Ferreira, onde estaca tendo a pré-parada. Foi legal e engraçado. Vi algumas pessoas que conheciam a Carol e perguntaram se a gente tinha acabado e eu disse que sim. Depois fomos andando (de mãos dadas) até a parada de ônibus, onde ela foi para o Terminal e eu pra casa. Eu, a mamãe e a Carmina assistimos "Os Normais II", é MUITO engraçado, o filme mais engraçado que eu já assisti. Depois subi e fiquei na Internet conversando com a Sheila. Fui dormir.

Domingo (27/06/10) – Acordei tarde, fiquei na Internet conversando com ela de novo. Da Carol nem sinal. De tarde combinamos como ia ser a parada pela diversidade, mais conhecida para a parada gay. Eu convencia a mamãe de ir comigo até um mercado pra ela comprar uma bebida pra mim e eu deixava ela comprar o que quisesse de comida lá pra casa no meu cartão. Ela aceitou, comprei um Ypióca Red Fruits e um Red Bull, fui para o terminal e me encontrei com a Sheila, ela estava linda. Pra subir no ônibus foi um sufoco, chegando lá fomos atrás da Noyalle, achamos ela logo, comecei a beber, minutos depois já estava bêbada. PEDI A SHEILA EM NAMORO. Mas eu ainda estava sóbria suficiente pra saber o que eu estava fazendo, mas depois daí, meu Deus, o que foi aquilo? Fiquei bêbada demais, não me lembro de NADA. Apaguei total, cheguei em casa viva, pronto, é disso que eu lembro.

Segunda (28/06/10) – Acordei cinco horas da manhã com um puta frio, só de short, sem saber onde estava, liguei pra Sheila só pra saber se ela tinha chegado em casa bem, depois voltei a dormir. Tive que acordar cedo por que eu ia ter prova, imagina o que eu fiz na prova né? NADA! Vi a Carol lá, não falei muita coisa com ela, ou falei? Nem lembro. Só sei que quando cheguei em casa a Sheila me ligou e me contou o que eu fiz. Caí no chão umas 100 vezes, vomitei, peguei na bunda e nos peitos das pessoas, pedi sexo o tempo todo, caí na areia, ia chorando, não vi o Dicésar, disse que tinha 20 milhões de dólares na minha conta, briguei com a mamãe na frente da Sheila e MUITAS outras coisas. Mas agora, eu acho tudo engraçado. De tarde foi jogo do Brasil, o primeiro jogo dessa Copa longe da Carol, foi de boa. Brasil ganhou de 3 x 0 do Chile. A família estava toda lá, foi aniversário do Davi (meu primo) teve muita comida e brigadeiro. Depois fui pra casa, fiquei na Internet conversando com a Sheila e depois mais um pouquinho no telefone.

Terça (29/06/10) – Fui para o colégio fazer a prova, claro que não fiz nada. Pesquei algumas questões lá, mas não deu pra tirar nem um 3,0 eu acho. Conversei um pouco com a Carol, ela parece tão conformada. Fui pra casa. E nada não. Carioca couve flor.