Contador de Visitas

domingo, 1 de agosto de 2010

Sempre vai ter que ter um título é?

Segunda (27/07/10), acordei mais ou menos cedo. Merendei e fui pra Internet.
De tarde não teve curso por que teve tipo um recesso lá, uma semana de férias. Maravilha.
Fui pra casa da Sheila. Ela me pegou no Terminal do Antônio Bezerra. Eu estava com medo. Mas foi tudo ótimo. Cheguei e ficamos jogando um pouco de Guitar Hero. Começamos a assistir "A Proposta", muito engraçado, mas na metade do filme deu pau também.
A irmã dela é muito legal. Comemos torradas com café com leite. Mexi no computador dela. Fui no quarto dela. Tudo dela. Hihi. Depois o Henrique (rique) chegou lá, amigo dela. Ficamos conversando coisas engraçadas e legais. Umas 20:00 tive que ir. Ela foi me deixar na parada. Ficamos morrendo de medo da mãe dela passar e ver a gente, ai estava vindo uma mulher e eu perguntei:



- Sheila, num é essa ai não?


E pois num é que era.


Tranquei né... E o nosso diálogo foi:






Mãe dela: - Oi.


Eu: - Oi


Mãe: - Tudo bom?


Eu: - Tudo.


Mãe: - Foi na sua casa que ela passou esses dias?


Eu: - Foi...


Mãe: - Deu muito trabalho?


Eu: - Não (sorriso sem graça)... Ela come pouco. Tsc.


Mãe: - E ela ajudou em alguma coisa lá?


Eu: - Não, ela é visita.


Mãe: - Ah, pois quando quiser passar uns dias aqui em casa viu, pode vim.


Eu: - Ah, tá certo, brigada, boa noite.



Certo, agora reflitam sobre esse grande diálogo e por que eu disse que ela não ajudou já que ela que fez tudo? Tsc tsc. Olha o que o nervosismo faz.





Nossa, imaginei a mãe dela mil vezes mais chata e brava. Mas ela é bem legal e amável, me chamou até pra ir pra lá qualquer dia.


E desse belo jeito peguei meu ônibus e fui pra casa. Cochilei no caminho.


Cheguei em casa, jantei, porra a janta estava uma delícia. Depois fui pra Internet. Fiquei nela até umas 00:00. Minha garganta tá doendo um pouco.






28/07/10 ás 14:13 – Oi, ontem depois do trabalho fui pra casa, conversei com a Sheila pelo msn enquanto dava a hora de ir para o curso. No curso foi tudo normalzinho. Voltei ouvindo música, cheguei rápido. Jantei, tomei banho e fiquei pela Internet novamente. Ontem nós fizemos 1 mês de namoro. Não comemoramos nem fizemos nada.


Hoje de manhã deixei a chave no portão e de manhã ela me acordou, aquela boquinha gelada de manhã na minha bochecha e no meu pescoço é tão maravilhoso. Ela me amou bem muito. Me beijou da ponta do dedo do pé até minha boca, do jeito que tinha prometido. Foi ótimo mesmo. Então ficamos na cama de conversinha e de chameguinho. Filmei ela no sexo. :X






28/07/10 ás 16:09 – O Rogério me propôs uma coisa que fiquei "mexida". Transformar essas minhas memórias em um livro. Pego as melhores partes. Mudo uma coisa aqui outra ali e tchanrám... O novo best seller estará nas prateleiras. Ele ainda disse que podia virar um filme, só pra me atiçar mais. Pensarei no seu caso. Hihi


As estatísticas nunca falham.

4 comentários:

  1. Acho q os melhores comentários devem entrar no livro tb... hahaha

    ResponderExcluir
  2. incrível como são ascoisas do amor...

    agente sempre imagina grandes dificuldades a nossa frente, rs.

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito do teu blog =) Sou amiga virtual da She! hehe. Bjo

    ResponderExcluir